Aditivas Vivências: Velho Japão na Frequência

Desde 2005 A Rede Da Quebrada Pra Estrada promove ações reflexivas, formativas e práticas em redes sociais, tecnologias da informação, economia solidária e direitos humanos. Transversalizadas ao universo cultural dos elementos do Hip Hop: Ritmo e Poesia (RAP), Música e Harmonia (DJ), Escrituras Urbanas (Graffiti), Dança de Rua (Break), Percussão Vocal (Beat Box) e construção coletiva e participativa do conhecimento.

Foto: http://alexandrecorazzafotografia.blogspot.com/

Na perspectiva de valorização desses importantes protagonistas em seus trabalhos, retroalimentar e criar espaço de visibilidade para as suas mais variadas produções audiovisuais de caráter subjetivo e independente permite revelar o respeito, valorização e pertencimento recíproco das vivencias e projetos que foram construídos em conjunto.

Pequena nuance da sonora produção em andamento, do projeto $ PERIFERIA E PORQUE NÃO $ do Velho Japão envouvidaço no rap desde 1993, participa e organiza projetos nas periferias da cidade de São Paulo. Ex vocalista do grupo Família Nacional, hoje em dia vem desenvolvendo um novo trabalho e formou um novo grupo.

Foto: http://alexandrecorazzafotografia.blogspot.com/

Tendo os componentes: tiu Nando e mina Drica mais uns dos guerreiros que vem prosseguindo no cenário Hip Hop. Segundo Japão, nunca deixe de sonhar, pois o sonho pode virar realidade pode acreditar mantendo  a disciplina, respeito e o mais importante a sua liberdade! Digite $Periferia e Porque Não$ no yotube e vejam as músicas.

Realize o seu sonho grave seu CD Independente! Velho Japão Produções contato 86054366 ou 55654390. Não percam essa oportunidade, liguem e marquem o seu dia e sua hora de gravação. E nóis vagabundo só Rap Nacional na Veia.

Foto: http://alexandrecorazzafotografia.blogspot.com/

Domingo 06/06/2010 estréia música do grupo $ PERIFERIA E PORQUE NÃO $ no programa balanço RAP 105 FM a partir das 19h30min Sintonizem.

Dimenó do Alvos Da Lei lança trabalho solo

Disco totalmente intitulado com a força de vontade e seguido pelo sonho e a verdade que prevalecem por aqui com muita dificuldade e responsabilidade e acima de tudo baseado pelo amor e contestação original RAP.

Aí está o disco, o trabalho é a representação do sonho do Dimenó que apresenta contigo no trampo a Fallange, união da Vila Missionária Z/S e Diadema/Vlconceição na junção.

Detalhe importante a produção é do rapper Dimenó e Digão do grupo A Fallange enfim um disco totalmente independente e made in favela.
Made in Favela é um dos projetos do rapper Dimenó que futuramente estarás em evidência.

Texto: DJota – Família Nacional – www.myspace.com/familianacionalblm

Fotos: Alexandre Corazza – alexandrecorazzaclicks.blogspot.com

Acessem:

www.myspace.com/dimenovm

www.myspace.com/afallange

FN Colletivo – RAP de Conteúdo na Fundação Casa

Com o objetivo de agregar forças e conhecimento, surgiu o projeto Família Nacional Coletivo em 2004: uma parceria estabelecida entre o grupo de rap Família Nacional, produtores culturais e profissionais das artes áudios-visuais.

O Coletivo acredita que o acesso à informação, conhecimento e a construção de espaços de diálogos, permitem a socialização e trocas das produções artísticas e do ativismo comunitário e popular, possibilita-se assim outra compreensão, leitura e proposta da realidade periférica, das desigualdades e contradições sociais, para uma intervenção mais consistente na transformação do meio para o todo.

O intercâmbio deste projeto com outros grupos que têm voz cultural na Zona Sul de São Paulo surgiram várias iniciativas e desdobramentos nesse 7 anos

Ações Fomentadas a partir de Conteúdos e Conhecimento Formativo para as Juventudes.

Destaques do Projeto:

– O clipe produzido foi exibido no programa YO!, da MTV
– V Fórum Social Mundial, em Porto Alegre (2005).
– Menção Honrosa no I Prêmio Milton Santos da Câmara Municipal de São Paulo em 2004.
VAI – Programa para Valorização de Iniciativas Culturais.
CD Coletânea “De Quebrada pra Quebrada”
– Formação da Rede de Produção Cultural Solidária “Da Quebrada pra Estrada”

A unidade de internação Rio Tâmisa, no Complexo Brás da Fundação CASA, promoverá a partir do próximo dia 21/03 as 13:00, o encontro do projeto com jovens e atividade e regime sócio-educativa.

Apesar de todas as atrocidades e dívidas com as juventudes, o Brasil foi o primeiro país do mundo a aprovar uma legislação reconhecida internacionalmente como uma das mais avançadas em termos de proteção à criança e ao adolescente.

O Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei Federal 8.069/90) resgatou juridicamente a cidadania e a atenção prioritária a todas as crianças e adolescentes, respeitando as normativas internacionais.

Para a concreta efetivação deste objetivo, é imprescindível o envolvimento e o trabalho sincronizado do Poder Público com empresas privadas e organizações não-governamentais.

Arte: Pablom Garcia / Fotografia: Alexandre Corazza

Família Nacional Coletivo
RAP de Conteúdo

Família Nacional
ContraàHegemonia e Convidados

Discotecagens

DJ (Família Nacional)
Salles (Família Nacional)
EmTranseGente (Família 2PRA1 e ContraàHegemonia)

Debate-Papo

André Gustavo (Facilitador/Educador Social)
Ricardo da Silva (Arte Educador/Rapper)
Márcio Nunes (Arte Educador/MC)

Quando:
21/03
Das 13:00 às 17:00
Rio Tâmisa, no Complexo Brás da Fundação CASA – Entrada Restrita

Links:

http://fncoletivo.wordpress.com/

http://www.flickr.com/photos/fncoletivo/

http://www.myspace.com/daquebradapraestrada

https://rededaquebradapraestrada.wordpress.com/

http://www.ivoz.org.br/